20 | 10 | 2018
RedGlobe Notícias
Venezuela aktuell
feed-image RSS Feed
Statistics

Today: 20576

Yesterday: 26614

Since 01/06/2005: 45534455

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Jorge Mussi, determinou, nesta sexta-feira (19), que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) investigue o esquema de envio massivo de notícias falsas por meio do aplicativo de mensagens Whatsapp com o objetivo de interferir no resultado das eleições presidenciais em benefício de Jair Bolsonaro (PSL). A investigação, porém, deve ser concluída apenas após a realização do segundo turno das eleições, no dia 28 de outubro.

Dezenas de juristas protocolaram uma carta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta sexta-feira (19), para cobrar que o órgão investigue duramente a ação ilegal de empresários que financiaram o envio em massa de mensagens antipetistas para milhões de pessoas via WhatsApp, em favorecimento de Jair Bolsonaro.

“Há uma Guerra Híbrida muito intensa sendo travada no Brasil neste momento e afeta todas os aspectos da vida de cada cidadão. Ao longo dos últimos dois anos, agentes externos vêm tentando muito sutilmente condicionar a população para voltá-la contra o Partido dos Trabalhadores, usando instrumentos como a Operação Lava Jato, apoiada pela NSA [agência norte-americana de inteligência]”, afirma o analista político norte-americano Andre Korybko, autor de "Guerras Híbridas – Das Revoluções Coloridas aos Golpes", recém-lançado no Brasil pela Expressão Popular.

Ambientalistas, movimentos populares, servidores públicos, indígenas, entidades e atores políticos se reuniram, no início da tarde desta sexta-feira (19), em Brasília (DF), para protestar contra a política de meio ambiente defendida pelo candidato de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL).

Representantes da coligação “O Brasil Feliz de Novo” se reuniram na tarde desta sexta-feira (19) com a ministra Rosa Weber, que ocupa a Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A campanha de Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Ávila (PCdoB) demandou que a Corte tome providências imediatas sobre o pedido de investigação do escândalo de caixa dois envolvendo a campanha adversária.

Com estratégias baseadas em desinformação e notícias falsas (fake news) para promover internacionalmente um movimento conservador autoritário e de extrema-direita, Steve Bannon, conhecido por articular a campanha do presidente Donald Trump, citou o candidato Jair Bolsonaro (PSL) como parte de seu projeto.

Integrantes do movimento de bairro Santa Cecília Sem Medo, uma articulação de bairro da cidade de São Paulo que faz parte da frente nacional de mobilização popular Povo Sem Medo, relatam que policiais militares apareceram minutos antes do início de uma reunião realizada na fundação Lauro Campos na noite desta quinta-feira (18).

Neste sábado (20), atos estão sendo convocados por movimentos populares em capitais e cidades do interior de vários estados do país. Em Pernambuco, atos em Recife, Caruaru e Petrolina estão confirmados. O objetivo das manifestações é a defesa da democracia e o apoio à chapa do presidenciável Fernando Haddad, que estará no ato da cidade de Fortaleza (CE).

Reportagem publicada pelo jornal Folha de São Paulonesta quinta-feira (18), que revelou mega esquema de caixa 2 para promover a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) e espalhar notícias falsas contra o PT no aplicativo de mensagens Whatsapp, rapidamente se tornou o assunto mais comentado na reta final do segundo turno das eleições. De acordo com o jornal, empresários teriam financiado ilegalmente o pagamento do serviço por um valor de até R$ 12 milhões não declarados à Justiça Eleitoral.

Real time web analytics, Heat map tracking
Solidaritätsanzeige