Imprimir
Categoria: Venezuela

comunistaSolidariedade com a Revolução bolivariana e o povo venezuelano!

Condenamos firmemente a escalada de ingerência e chantagem da União Europeia contra a República Bolivariana da Venezuela, alinhada e concertada com a operação golpista de «auto-proclamação» de um presidente fantoche, orquestrada e comandada pela Administração Trump que, em arrogante violação do Direito Internacional, procura derrubar o legítimo Presidente, Nicolás Maduro, eleito pelo voto popular, e subverter a ordem constitucional venezuelana

Rejeitamos a inadmissível declaração da União Europeia onde ameaça reconhecer um 'presidente' criado pelos EUA, na senda da sua conivência com o golpe de Estado de 2002, o boicote, a acção terrorista, o bloqueio económico, financeiro, político e diplomático e o confisco ilegal de bens e recursos financeiros, que estão na base dos problemas da economia da Venezuela e das dificuldades sentidas pelo seu povo.

Repudiamos a escalada de agressão contra a Venezuela levada a cabo pelos EUA, a UE e governos do chamado 'Grupo de Lima', que agride a soberania e os direitos da Venezuela e do povo venezuelano e visa colocar a saque os seus imensos recursos, como o petróleo.

Exigimos o fim da ingerência e da agressão contra a República Bolivariana da Venezuela e o respeito pela sua soberania e independência!

Apelamos à solidariedade com a Revolução bolivariana e o povo venezuelano!

Os subscritores,