19 | 04 | 2018
RedGlobe Notícias
Venezuela aktuell
feed-image RSS Feed
Statistics

Today: 12647

Yesterday: 15182

Since 01/06/2005: 38568701

Quatro mulheres feministas disputarão o governo de Pernambuco e as duas vagas do Estado ao Senado nas eleições de outubro deste ano. A tarefa de encabeçar a chapa, formada pelo PSOL em coligação com o PCB, ficou com a advogada, historiadora e professora Danielle Portela, de 43 anos. A militante do PCB Gerlane Simões participará da disputa como candidata a co-governadora.

O manifesto da pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela D’Ávila, recebeu apoio do teólogo e escritor Leonardo Boff que gravou um vídeo para o lançamento do documento que aconteceu na última segunda-feira (16), no Teatro Oficina, na capital paulista.

Leonardo Boff é um dos expoentes da Teologia da Libertação no Brasil e é conhecido internacionalmente por sua defesa dos direitos humanos.

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados anunciou que vai pedir suspensão de portaria que remaneja R$208,9 milhões para a publicidade e propaganda do governo Temer. O texto retira os recursos de setores como da saúde, transportes, de políticas para mulheres e reforma agrária, entre outros.

A portaria, de número 75, é referente a uma campanha publicitária que deve ser feita a partir de maio pelo governo. O PSOL anunciou a medida em coletiva na Câmara dos Deputados, realizada nesta terça-feira (17). Os grandes meios de comunicação, maiores beneficiados pela medida, preferiram não cobrir a denúncia feita pelo partido.

"Estamos diante de um escandaloso assalto à democracia. A agenda do governo é destruir nossa soberania e entregar nosso patrimônio. A luta pela liberdade de Lula é também a luta contra um projeto fascista e de brutal retirada de direitos", afimrou o presidente da CTB, Adilson Araújo, durante coletiva à imprensa, em Curitiba, nesta quarta-feira (18).

Ele lembrou que "o 1º de Maio unificado reflete o comprometimento das centrais sindicais e da classe trabalhadora com os rumos do país. Não haverá um Brasil forte, com crescimento e mais justo nos marcos do projeto que tomou de assalto nossa democracia. A prisão de Lula é política e por trás dela está o projeto de Brasil sem direitos, sem liberdade e que amplia a fome e pobreza do nosso povo".

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) se uniu com o PT, PSB, PDT, PSOL, PCB e PCO em uma frente ampla e social e lançaram o manifesto pela democracia, soberania nacional e direitos do povo brasileiro, na manhã desta quarta-feira (18), no Salão Nobre da Câmara dos Deputados. O evento representa uma nova etapa de luta contra as injustiças e retrocessos que está acontecendo no Brasil.

O ator e diretor Wagner Moura, que mora no Rio de Janeiro, enviou uma mensagem de vídeo para a pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela D’Ávila, na ocasião de lançamento de seu manifesto que ocorreu na última segunda-feira (16), em São Paulo. O ator declarou que tem muita admiração pela pré-candidata do PCdoB e afirmou que “ficaria muito feliz em viver num país governado por ela”.

Wagner Moura é um dos protagonistas do atual cinema brasileiro e também é conhecido internacionalmente como um dos grandes talentos do Brasil.

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, e deputados do partido na Câmara participaram, no final da manhã desta quarta-feira (18), do lançamento do “Manifesto pela democracia, soberania nacional e direitos do povo brasileiro“. Além deles, também estiveram presentes presidentes e líderes do PT, PCdoB, PDT, PCB e PSB, que também assinam o documento.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) através da sua presidência entrou com uma Ação Direta de Constitucionalidade (ADC) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra prisão em 2ª instância, nesta terça-feira (17). Se aceita, a ADC pode resultar na liberdade do ex-presidente Lula.

Nós, da Executiva Nacional do PSOL, viemos por meio desta manifestar nossa irrestrita solidariedade ao companheiro Áureo Cisneiros, presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE). Áureo vem sofrendo uma intensa perseguição política por parte do governo do estado. Já são 12 Processos Administrativos Disciplinares (PAD’s) que enfrenta na Corregedoria da SDS-PE, todos por atividade sindical – o que é inconstitucional, já que a missão de qualquer órgão correcional é investigar e punir servidores que cometam crimes ou desvios éticos no exercício de sua atividade fim, no caso a função policial.

Real time web analytics, Heat map tracking